Kyushu Jangara: o lámen no ponto

 

São milhares de botecos de lámen espalhados em todos os bairros de Tokyo. Pode-se dizer, sem exagero, que você sempre vai encontrar um lamen-ya em cada quarteirão. E há lamen de todas as procedências. Os de Hokkaido, especialmente o de Sapporo se caracteriza pelo emprego do missô no caldo. Já o lamen de Tokyo tem o caldo extraido de carcaça de galinha, e seu tempero é à base de shoyu. O lámen de Kyushu, ao sul do Japão, tem o caldo extraído do osso de porco, o famoso tonkotsu, que deixa o caldo leve, ligeiramente gelatinoso. É essa especialidade que a rede Kyushu Jangara difunde na cidade de Tokyo há trinta anos.

O primeiro estabelecimento Kyushu Jangara foi inaugurado em Akihabara, em 1984. Hoje ostenta sua marca em Omote Sando, Harajuku, Akasaka, Nihonbashi, Seibu Ikebukuro e no tradicional bairro de Ginza. Jojoscope foi experimentar este de Ginza. Um boteco de lamen que tem como vizinhos próximos, lojas da grife Chanel, Cartier, Louis Vuiton e Bvlgari. Instigante.

Entrada chamativa do Kyushu Jangara.

É fácil encontrar o Kyushu Jangara, pelo painel luminoso de fundo azul celeste, com letras vermelhas. O cardápio é um pouco confuso para quem enfrenta os papeizinhos pendurados na entrada, mas não tivemos dúvida: fomos direto no missô com tudo (zenbu-iri): com cubos de panceta cozida lentamente, a ponto de quase derreter, um ovo cozido, um mentaiko (ova de bacalhau), cogumelo kikurague, chashu ou fatias de pernil assado, bambu, cebolinha e gergelim. Com tudo isso na tigela enorme: 1.000 ienes, ou R$ 20,00 com agua boa e geladinha de graça.A porção simples de jangara sem o ovo e a panceta sai por 600 ienes e alimenta muito bem.

O macarrão é mais fino do que o habitual, mas ele vem no ponto: al dente, como deve ser.

Porção do Misso Jangara Zenbu-iri: all inclusive.Foto: Mika Takahashi
Red Jangara, por tempo limitado

E pra quem gosta de pimenta, a opção Red jangara promete turbinar sua temperatura interna. Vem com um blend de 10 tipos de pimenta em forma de pasta, e será servida somente nos meses mais frios.Outro detalhe exclusivo da rede Kyushu Jangara é que em cada uma das mesinhas tem porções de gergelim, benishôga (gengibre curtido vermelho) e folhas de mostarda curtida para serem acrescentadas ao gosto do freguês, sem custo.

E pra quem quer complementar a refeição: 4 tipos de arroz jangara. Um deles leva ovas de bacalhau curtido sobre uma tigela de arroz quentinho.

Depois desse lamen, entendemos melhor o slogan do estabelecimento: “o lamen que fica na alma“.

Serviço:

Kyushu Jangara em Ginza. (Ginza 6-12-17, Chūō-ku, TOKYO). Metrô Ginza Line, Ginza Station. Saida A4, e 4 minutos a pé. Veja mapinha aqui.

http://www.kyusyujangara.co.jp/

 

0Shares