O caminho do ramen, o alimento da alma (mesa-redonda)

O ramen está, cada vez mais, ocupando a cena gastronômica de São Paulo. Não é à toa que a Japan House resolveu abrir sua programação para mais uma rodada de discussão sobre o tema. A primeira mesa redonda aconteceu em abril de 2019, e foi registrada em video. Doze chefs de ramen e pesquisadores se reuniram para levantar vários temas do ofício. Você pode ver tudo o que aconteceu clicando AQUI

Foto: Rafael Savador

Desta vez, aproveitando a chegada do ramen master Takeshi Koitani, a Japan House sedia uma mesa redonda, tendo como apresentadora a chef Telma Shiraishi, embaixadora da boa vontade para a culinária japonesa no Brasil. Participam do debate, além de Koitani, a empreendedora Simone Xirata, fundadora do Jojo Ramen, e o produtor cultural Jo Takahashi, que ora prepara seu terceiro livro sobre gastronomia, cujo tema é justamente o Ramen. 

Koitani em ação no Rajuku, sua academia de ramen, que fica em Kanagawa. Foto: arquivo pessoal

Takeshi Koitani é um outsider da culinária, porque é totalmente autodidata em ramen. Ele foi impulsionado pela paixão ao ramen e quase todos os dias experimenta um ramen, seja dele, das imediações onde mora, nos arredores de Tokyo, ou em lugares remotos do Japão e até mesmo de outros países como a China. Sua escola de ramen RAJUKU, recebe alunos e interessados do mundo todo. Simone Xirata foi uma de suas alunas pioneiras e foi esta imersão de Simone que conduziu ao empreendimento que é o Jojo Ramen, atualmente um dos mais queridos estabelecimentos especializados nesta comida. Koitani foi convidado por Simone a vir ao Brasil para preparar a base do conceito que é o Jojo Ramen: caldo, macarrão, tarê, topping. Tudo tinha que ser produzido aqui, com ingredientes nacionais. Nem tudo foi possível. O caldo wadashi por exemplo, que emprega cogumelo shiitake seco, alga kombu e peixe seco bonito, do qual se extrai aquilo que os cozinheiros chamam de Umami, ou o quinto gosto do paladar humano, precisa de insumos importados. Mas de resto, Koitani chegou a uma fórmula ideal, e sua missão foi considerada concluída. 

Nova missão 
Koitani retorna ao Brasil para uma nova missão: verificar se as receitas do Jojo Ramen estão sendo executadas conforme o padrão estabelecido e validar os novos lançamentos que estão por vir. Koitani também participa da inauguração do Jojo Lab, a cozinha central do Jojo Ramen, que inaugura para o público no dia 16 de Outubro. Nesta palestra, Koitani vai abordar sobre a sua experiência de vida, e o processo de criação do Jojo Ramen. Simone Xirata vai discorrer sobre o seu fascínio e paixão pelo ramen, que acabou se transformando no foco principal de sua atuação profissional. As pesquisas no Japão e em outros países como Estados Unidos e Canadá também deverão entrar em sua apresentação. Hoje, o Jojo Ramen virou referência e inspiração para muitos novos empreendedores. Já Jo Takahashi irá falar sobre os Gotouchi Ramen, os ramens locais de cada região ou cidade do Japão e mostrar a grande diversidade que existe mesmo dentro desta modalidade. Além disso, irá mostrar um pouco sobre o processo de pesquisa para o livro que está escrevendo. 

Mapa dos Gotouchi Ramen, os ramens locais. São 42 oficialmente reconhecidos como ramens que representam as características de cada região.

A mesa redonda terá interpretação consecutiva, e também transmissão ao vivo pelo Facebook da Japan House. 

MESA-REDONDA 
O CAMINHO DO RAMEN, O ALIMENTO DA ALMA 
Com Takeshi Koitani, Simone Xirata e Jo Takahashi. Apresentação de Telma Shiraishi.
Dia 11 de outubro, sexta-feira, às 19hs
Entrada gratuita, com distribuição de senha a partir das 18h
JAPAN HOUSE: Avenida Paulista, 52 Bela Vista São Paulo SP 

0Shares