30
out 17

Kyoguen: o lado cômico do teatro clássico japonês

Espetáculo Kyoguen revela a essência da natureza humana com comicidade. As apresentações serão uma homenagem aos 61 anos da Aliança Cultural Brasil-Japão, e um pre-evento dos 110 anos da Imigração Japonesa no Brasil, a ser realizado em 2018. 

buy provigil no prescription

tramadol for sale

 

buy alprazolam online no prescription

Kyo (狂) significa loucura. Guen(言) são palavras. Loucas palavras. É esse o significado de Kyoguen (狂言), que ao lado do Teatro Nô, é a manifestação mais clássica do teatro japonês.

buy adipex without prescription

Na verdade, não se trata de loucura. Com mais de sete séculos de história, o Teatro Kyoguen é um gênero artístico que reúne técnicas de canto, dança, poesia e música em narrativas que de um lado abrigam o ideal de beleza simbólica e de outro retratam em tons burlescos a verdadeira essência da natureza humana.

buy klonopin online no prescription

O Kyoguen revela os defeitos do ser humano com comicidade. Conflitos entre patrões e empregados, intrigas entre marido e mulher, um esperto querendo passar a perna em um ingênuo são temas constantes no universo kyoguen. Através de uma expressão realista do humor, o Kyoguen revela o universo do sentimento humano com comicidade. Em 2001, a Unesco reconheceu o teatro Nô e o Kyoguen como Patrimônio Cultural Intangível da Humanidade.

ativan for sale

O ator Tadashi Ogasawara atuando em 2015, no SESC Pinheiros. Foto: Jo Takahashi

diazepam online pharmacy

O teatro Kyoguen foi desenvolvido em conjunto com o teatro Nô, durante o período Muromachi (1337-1573). Em conjunto, são denominados Nôgaku.

buy soma without prescription

Oposto à seriedade do Nô, o Kyoguen explora temas do cotidiano das pessoas comuns ou contos populares. Seu personagem principal é um serviçal chamado Taro Kaja e evoca um humor delicado e divertido. Geralmente é apresentado nos intervalos de peças Nô. Esta é uma rara oportunidade de assistir um espetáculo focado exclusivamente no Kyoguen.

buy valium online without prescription

As apresentações

buy ambien online without prescription

Este projeto é uma iniciativa da H.I.S. BRASL TURISMO, que também participou da logística das apresentações do Teatro Nô em 2015, no SESC Pinheiros, em São Paulo. Na ocasião, foram apresentadas peças de Teatro Nô intercalados com pequenas peças de Kyoguen. Esta é a primeira vez que o Kyoguen ocupa o palco integralmente, como manifestação autônoma.

phentermine online without prescription

Os atores

buy zolpidem no prescription

Tadashi Ogasawara Foto: Yoshihiro Maejima

buy xanax without prescription

Tadashi Ogasawara é ator kyoguen do estilo Izumi-ryu. Foi discípulo de Nomura Man e Nomura Manzo VIII e IX. É também professor visitante na Universidade de Chiba. Foi produtor do projeto “Transmissão da Tradição” na Maison du Japon, em Paris. Já se apresentou no Brasil, em 2015, no espetáculo de Nô realizado no SESC Pinheiros.

Hiroaki Ogasawara Foto: Yoshihiro Maejima

Hiroaki Ogasawara é ator kyoguen do estilo Izumi-ryu.

Programa

Serão apresentadas duas peças do repertório clássico.

Bonsan – Bonsai

Kobuuri – 0 Vendedor de Algas Foto: Yoshihiro Maejima

Bonsan é o nome dado a uma pequena composição de pedras montada sobre uma bandeja, representando uma paisagem ou um “jardim em miniatura”. Certa vez, havia um colecionador de Bonsan. Um homem invejoso pede algumas peças de Bonsan para o colecionador, mas este frustra seu desejo. Irritado, o homem resolve roubar o objeto de cobiça. Após enfrentar dificuldades, finalmente o larápio consegue se infiltrar na mansão do colecionador, pela entrada dos fundos, e começa a escolher o seu Bonsan. O colecionador escuta o barulho causado pelo larápio e grita, excitado. O larápio se assusta e se esconde atrás dos Bonsan. Mais calmo, o colecionador reconhece o rosto do larápio e resolve pregar uma peça nele e pergunta se o ser que estava escondido ali era um cachorro ou um macaco. Desesperado, o larapio late como um cachorro e guincha como um macaco, na tentativa de escapar impune. O colecionador se diverte com a situação e pergunta se o ser escondido era um pargo. Encurralado, o larapio precisa se virar para imitar um pargo.

Como diz a expressão “bancar o avestruz”, não adianta um homem tentar se esconder atrás de um pequeno Bonsan. É evidente que será descoberto. Trata-se de um homem tolo. Antigamente, as ruas não eram iluminadas por energia elétrica como nos dias de hoje. Então talvez o larápio tenha pensado que teria sucesso em se esconder. Porém, acaba facilmente desmascarado. O ponto alto desta peça é observar como o ator representa a tentativa do larápio, de imitar o movimento e o som do peixe pargo.

Kobuuri – O vendedor de algas

Kobuuri significa vendedor de algas marinhas do tipo kombu, ingrediente essencial na culinária japonesa. Nesta peça, trata-se de um comerciante que transita aproximadamente 80 km, para transportar sua mercadoria de Obama (baía de Wakasa, na atual província de Fukui) até Quioto (Kyoto).

Certa vez, um Daimyo (equivalente japonês de “senhor feudal”) enviou seus vassalos para realizarem outras tarefas e viu-se obrigado a seguir trajeto sozinho, carregando a sua própria espada (função que seria de um vassalo). Durante sua jornada, o Daimyo encontra um Kobuuri e o força a ser seu carregador de espada, contra a vontade do comerciante. O Kobuuri acaba assumindo este papel por um momento, mas logo se enfurece com os contínuos autoritarismos do Daimyo, e finalmente se rebela, desembainhando a espada…

Podemos ver nesta peça satírica, a reviravolta, ou a inversão de posição, em que o oprimido acaba zombando de seu opressor, obrigando o Daimyo a dançar e cantar para vender o kombu. Esta peça nos brinda com diversas melodias clássicas do Kyogen e das artes/entretenimento tradicionais japonesas como o Utaibushi, Jyoruribushi e odoribushi. As variadas melodias utilizadas como se fossem vinhetas ilustram a figura de um comerciante da Era Medieval do Japão.

Esta apresentação é uma realização da H.I.S. Brasil Turismo com apoio institucional da Aliança Cultual Brasil-Japão, Japan Foundation, Japan House e Kenren Federação das Associações das Províncias do Japão no Brasil.

Evento comemorativo aos 61 anos da Aliança Cultural Brasil-Japão

Pré-evento dos 110 anos da imigração japonesa no Brasil

________________________________________________________________________________________________________________________________________________________

Workshop

Além das apresentações, será ministrado um workshop, especialmente dirigido a profissionais que atuam em dança e teatro, e estudantes de áreas afins.

No workshop serão mostradas técnicas de expressão em Kyoguen, postura e movimentos.

Inscrições antecipadas pelo telefone (11)3031-5550 pinheiros@aliancacultural.org.br

Local: Centro Cultural Aliança Cultural Brasil-Japão (Rua Deputado Lacerda Franco, 328 Pinheiros) Veja MAPINHA AQUI.

Data: 16 de Novembro, das 13h às 14h30.

Gratuito, com interpretação consecutiva

_________________________________________________________________________________________________________________________________________________________

SERVIÇO

KYOGUEN: Teatro Cômico do Japão

Data: dias 15 de Novembro (quarta-feira) às 15hs e 16 de Novembro (quinta-feira) às 20hs

Local: Auditório da Sociedade Brasileira de Cultura Japonesa e Assistência Social (Rua São Joaquim, 381 Liberdade, São Paulo)  Acesso: estação São Joaquim metrô, estacionamento nas imediações

Ingressos: R$ 80,00/R$ 40,00 à venda nos escritórios da H.I.S. Brasil Turismo

Agência Liberdade  Praça da Liberdade, 190 2° andar Tel.: +55-11-3271-0452 | Tel.: +55-11-3271-0482 (japonês)  his.liberdade@his-brasil.com.br

Agência – Paulista Av. Paulista, 854 – Piso Paulista, Loja 25-B, Bela Vista – São Paulo – SP  Tel.: +55-11-3171-3620 | Tel.: +55-11-3171-3646 (japonês) | his.paulista@his-brasil.com.br


Share
 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *