Festival da Fertilidade

Kanamara Matsuri: devoção ao falo, um canto da primavera

 

Escultura em nabo: um trabalho para artesãos.

É primavera no Japão. Os sakurás já estão despontando com vigor. Mas a cidade de Kawasaki, distante meia hora  de Tokyo por trem,  inventou uma outra maneira de comemorar a chegada da primavera. É o Kanamara Matsuri, ou o Festival do Pênis, que atrai milhares de turistas para a cidade, e é comemorado no primeiro domingo do mês de Abril. Neste ano de 2018, aconteceu no dia 1 de Abril. O tema do festival, o pênis, é retratado de várias formas: entronizado em andores, é carregado para o santuário em forma de parada, esculpido em madeira, como esculturas para apreciação e digamos, contato íntimo com o público, ou em vegetais, especialmente o nabo.

Falo gorumet: pirulitos, sorvetes, espetinhos….

O santuário de veneração ao pênis é visitado por prostitutas, que oram para serem protegidas das doenças venéreas que possam ser transmitidas pelos seus clientes. Os deuses do santuário ainda prometem prosperidade nos negócios e aumento da fertilidade, além é claro, harmonia no casamento.

As “miko” do santuário realizam o culto ao pênis

O festival hoje é um pequeno sucesso turístico e atrai muita gente de Tokyo que vai se divertir com os falos gigantes. A renda obtida pelo festival sustenta pesquisas sobre o HIV.

O culto ao falo tem origem xintoísta e já foi celebrado em várias localidades, mas atualmente somente a cidade de Kawasaki o promove com sucesso. Há registros de que na antiga Grécia era realizada uma procissão fálica nas comemorações dionisíacas.

Esculturas “interativas” abrem a primavera no Japão

70Shares