Comida de rua na visão do chef Shin Koike

Para o chef Shin Koike, a comida de rua instiga lembranças da infância, passada em um Japão que se reconstruía após a Segunda Guerra Mundial, e se preparava para as primeiras Olimpíadas de Tokyo. “Ainda me lembro de um sauce yakissoba que era temperado com molho Worcester, molho tonkatsu e ainda recebia um suave molho de tomate por cima”, confidenciou Shin. Todo mundo deve ter lembranças de comida de rua, que eram acessíveis e acabam formando a nossa memória gustativa e afetiva.

Sauce Yakissoba; para Shin, um dos pratos inesquecíveis de sua infância.
Yatai (comida de rua) no Japão é tradição.

Para o chef Shin Koike, promover a cultura do Yatai (屋台) contribui para desmistificar a culinária japonesa, trazendo-a para o patamar da cultura popular, tornando-a mais acessível. Para muitos, especialmente os brasileiros que nunca viajaram para o Japão, certamente será uma experiência inédita, que nenhum restaurante japonês pode proporcionar. São comidas populares, autênticos sabores do povo que o chef Shin Koike estará apresentando na série “Comida de Rua, né”, que chega à sua segunda edição. “A ideia é repeti-la uma vez por mês, sempre com novas propostas de comida de rua”. Portanto, nada de sushi e sashimi.

Para este sábado (dia 17), Shin prepara os seguintes pratos, desta vez focados em sanduíche:

– Sanduíche de yakissoba no pão de hot dog (R$12)

Sanduíche de Yakissoba. Temperado com molho Worcester, o sauce yakissoba é diferente, vem com moyashi, carne de porco e fatias de gengibre curtido.

– Sanduíche de tonkatsu (milanesa de carne suína) no pão francês (R$15)

Sanduíche de Porco à Milanesa, conhecido como Katsu-Sando, um dos hits da culinária popular. O pãozinho quentinho vem do outro lado da rua, da Padaria Saint Germain.

– Sanduíche de frango com gobo (bardana) no pão francês (R$15)

Sanduiche de milanesa de frango com bardanas (gobo). Talvez a opção mais light da Comida de Rua, né 2.

Os sanduíches serão vendidos nas barracas em frente ao restaurante. O chopp Heineken continua com preço promocional de R$5.

Durante a edição de estreia, em abril, cerca de 200 pessoas compareceram ao evento em que o chef preparou oniguiris (bolinhos de arroz) recheados com tempurá de camarão e churrasco com molho japonês. Este prato é conhecido no Japão como “ten-mussu”, uma contração de “tempura” como “omusubi” (outra forma de denominar oniguiri).

No Japão todo, a comida de rua vendida em barraquinhas  yatai é uma tradição mantida e querida pela população . Crianças, jovens, assalariados engravatados, senhoras e velhinhos, além de turistas, consomem comida de rua como uma manifestação da cultura popular.  Cada região, cada cidade tem seus pratos típicos, oferecido nas calçadas, a preços acessíveis. Em São Paulo, a prefeitura sancionou a lei que libera a comida de rua na cidade e muitos chefs renomados aderiram a esta iniciativa.

Serviço

Sakagura A1 : Rua Jerônimo da Veiga, 74 – Itaim São Paulo SP Veja mapinha aqui Tel. (11) 3078-3883

A “Comida de Rua, né” tem início ao meio dia e meio deste sábado, dia 17 e se estende até as 16 horas.

 

0Shares