Aizomê: primavera em pleno outono

O cardápio especial do Dia das Mães do restaurante Aizomê tem como tema o Hanami, um costume que vem da tradição japonesa de contemplar a florada das cerejeiras no início da primavera. A chef Telma Shiraishi, recentemente, realizou um grande sonho de sua mãe, que era ver in loco o início da primavera no Japão. E de lá do Japão, a mãe trouxe muitos ingredientes inspirados no sakurá, a flor da cerejeira, que a chef Telma utilizou para preparar este cardápio. Daí o tema primavera aflorar com intensidade nesta degustação especial.

Veja aqui como foi o hanami, no parque Shinjuku Gyoen, no coração de Tokyo.

O cardápio conta com seis pratos e as mães são recebidas com espumante rosé e na saída, ganham para levar, um doce típico, o sakuramoti, feito de arroz glutinoso e doce de feijão azuki, envolto com uma folha de cerejeira, que dá um aroma bem acentuado da planta.

Parte do cardápio especial do Dia das Mães no Aizome. Foto: Henrique Peron/Divulgação

“A flor de cerejeira me inspirou para criar esse cardápio homenageando as mães com toda a beleza e a delicadeza que conseguimos transmitir” revela a chef Telma.

Um dos ingredientes especiais, trazidos pela mãe de Telma é o mel da florada da cerejeira, que compõe uma das entradas mais especiais do menu: salmão selvagem do Alasca defumado na casa em madeira de cerejeira, com folhas, brotos, chips de raiz de lótus e batata doce laranja e roxa, ao vinagrete de mel de sakura. Este prato impressiona também pela sua beleza visual, exalando uma exuberância primaveril.

O salmão selvagem do Alaska impressiona pela sua personalidade. Nada a ver com o salmão de cativeiro que a maioria dos restaurantes serve. Os crispies que acompanham também são muito divertidos. Foto: Henrique Peron/Divulgação

Até no tempura, a cerejeira estará presente. Camarão e cogumelo Portobello empanados recebem uma pequena porção de sal de flor de cerejeira (sakurajio) . Este procedimento, de não molhar o tempurá no caldo, é comum em restaurantes especializados em fritura no Japão, pois mantém a crocância da massa. O sal oferecido para esta degustação, é muito especial, pois contém pétalas e até talos da cerejeira que acentuam seu sabor e aroma primaveril.

Certamente, um dos melhores tempurás da cidade. Aqui, o tempero é o sal. E no dia das mães, este sal especial de flor de cerejeira. Foto: Jo Takahashi

Na etapa de sashimi e moriawase de sushi, encanta o oshizushi especial (sushi prensado de peixe branco com flor de cerejeira em conserva). Aliás, o balcão de sushi do Aizomê está se revelando um nicho surpreendente. Mauro Ikeda, Vitor Hugo Iwamoto, Maxmiliano Kanashiro e Celso Amano, que retorna à casa, depois de uma temporada no Sakagura A1, formam um quarteto de provocar suspiros, pelas delicadas inventividades que extraem das coisas do mar.

Lindo moriawase de sashimi com os melhores peixes do dia. Henrique Peron/Divulgação
Seleção de sushis, incluindo o oshizushi, sushi prensado. Foto: Henrique Peron/Divulgação

 

De prato principal  as opções são o robalo com creme de siri ao molho de lichia, guarnecido com siri mole frito e algas, ou então o roulade de filé, confit de cogumelos e shiso ao tarê balsâmico e azeite de shiso. A escolha não vai ser fácil.

A apoteose pode ser este dramático robalo com siri mole. Foto: Henrique Peron/Divulgação

Na sobremesa do cardápio especial, comparece novamente o sakura: a Panacota Hanami é um flã levíssimo, perfumado ao umeshu, saquê licoros de ameixa, com delicada geleia de flores de cerejeira japonesa. Para a ocasião, esta é a melhor opção. Mas quem quiser uma sobremesa um pouco mais consistente, a casa oferece o suflê de chocolate meio amargo com calda de wasabi e sorvete de creme.

Panacota !! Foto: Henrique Peron/Divulgação

Para crianças com menos de 10 anos, o Aizomê prepara o Kids Menu.

Cardápio especial de Dia das Mães: R$ 145,00

SOBRE O AIZOMÊ

O Aizomê é considerado um dos melhores restaurantes japoneses do Brasil. Foi eleito o melhor da sua categoria por dois anos seguidos pela revista Veja São Paulo (2008 e 2009). Sua principal característica é a culinária artesanal japonesa oferecida pelos chefs Shin Koike e Telma Shiraishi,  ambos reconhecidos pela pesquisa constante por novos ingredientes e formas de preparo.

Ocupa o número 39 de um casarão, mas não tem placa de identificação, o que tornou o restaurante um lugar a ser descoberto pelos apreciadores da verdadeira culinária japonesa ou por aqueles que buscam por experiências gastronômicas. Como tem apenas 40 lugares, os clientes recebem um atendimento personalizado. Há a opção de sentar-se em mesas, no balcão de sushi ou em salas reservadas. Recomenda-se fazer reserva.

SERVIÇO

RESTAURANTE AIZOMÊ

Endereço: Alameda Fernão Cardim, 39 – Jardim Paulista- São Paulo – SP

Horário de funcionamento: ALMOÇO: de segunda a sexta, das 12h às 14h30. JANTAR: de segunda a sábado, das 18h30 às 23; Domingo (fechado). Cartões: todos. Vallet/manobrista (R$10).

Telefone: (11) 3251 5157  www.aizome.com.br

Acompanhe também pelo Facebook

0Shares