Grafite brasileiro revitaliza comunidade destruída por tsunami no Japão

Christina Stephano de Queiroz, do estadão.com.br

ISHINOMAKI, JAPÃO – Como parte dos esforços de reconstrução após o terremoto e o tsunami que destruíram o Japão em março deste ano, a Embaixada do Brasil em Tóquio e a Fundação Japão levaram um grafiteiro brasileiro para revitalizar um complexo de residências para desabrigados na cidade de Ishinomaki, no norte do país. O projeto, que inicialmente pretendia somente dar uma identidade visual à comunidade, acabou por levantar o moral dos habitantes e transformar o artista em herói local. Veja imagens abaixo.

 

Ishinomaki devastada após tsunami
Ishinomaki devastada após tsunami e com neve

 

Comunidade abriga cerca de 2 mil moradores, que vivem em espécies de containers Yui Ishikawa/Fundação Japão

 

Titi pintou 15 blocos residenciais, que contêm cerca de 10 casas cada um
'No primeiro dia, senti desconfiança por parte dos moradores, principalmente dos mais idosos', disse o artista Titi Freak
'No final, levantamos o moral dos habitantes e Titi se tornou um herói local', disse organizador do projeto Yui Ishikawa/Fundação Japão
0Shares