São Paulo de Todos os Povos

Japoneses em São Paulo

Data: 19/02/2011 – Horário: 16h00 – 19h00

BIBLIOTECA MARIO DE ANDRADE

Rua da Consolação, 94 São Paulo SP
Telefone: 3256-5270

Palestrantes:

Jo Takahashi
Graduado em arquitetura pela Universidade Presbiteriana Mackenzie, possui pós-graduação com ênfase em projetos culturais, em universidades do Brasil e Japão. Atua como consultor de arte e cultura na Fundação Japão, onde trabalhou, durante 25 anos, como administrador cultural. Desenvolve e administra projetos de cooperação cultural entre Japão e Brasil. É criador da produtora Dô Cultural, especializada em cultura japonesa.

Madalena Natsuko Hashimoto Cordaro
Possui graduação em Licenciatura em Educação Artística com habilitação em Artes pela Universidade de São Paulo (1982). Atualmente é Professora Doutora na Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da Universidade de São Paulo, onde coordena o curso de graduação em Língua e Literatura Japonesa. Dedica-se principalmente ao estudo dos seguintes temas: cultura, literatura, pintura e xilogravura japonesas. Traduziu para o português Makura no Sôshi e obras de Akutagawa.

Programação musical: Tons de Outono

A presença da comunidade japonesa em São Paulo é marcada não só pela preservação de suas manifestações culturais, mas também pela atração que essas manifestações têm provocado nos paulistanos de uma forma geral. Dentre as instituições que mais se têm dedicado ao estudo da música antiga e contemporânea do Japão, destaca-se a Associação Brasileira de Música Clássica Japonesa. Fundada pelo compositor, músico e ceramista, o Grão-mestre Tsuna Yuami, a Associação tem-se dedicado à música clássica do Japão desde a Idade Média,  reunindo professores e alunos de instrumentos tradicionais como o shakuhashi, o kotô e o shamisen. Atualmente, a sociedade é dirigida por um de seus principais discípulos, o compositor paulistano de origem sérvia Danilo Tomic, mestre em shakuhachi, cujo repertório inclui tanto obras clássicas japonesas antigas, como obras de compositores japoneses contemporâneos, além de obras de sua autoria, compostas dentro dos princípios da transculturalidade.

Tons de Outono é executado com instrumentos tradicionais e compreende obras da música clássica japonesa, desde o século VIII ao XVIII, de autores anônimos e de Yoshisawa Kengyo; obras dos anos de 1930 a 1950, compostas por Michio Miyagi e Rando Fukuda; e até obras contemporâneas de autores como Kohachiro Miyata, Katsuhiko Yoshizaki, Hideki Kuribayashi e Danilo Tomic.

Intérpretes:
Danilo Tomic – shakuhachi
Camilo Carrara – violão
Kayami Satomi – violoncelo
Tamie Kitahara – kotô
Yuko Ogura – kotô
Reiko Nagase – kotô
Alexander Iwami – shakuhachi

Curadoria:
Anna Maria Kieffer

ENTRADA GRATUITA SUJEITA A LOTAÇÃO

0Shares