Jardim Japonês – Tradição, Modernidade e Rupturas Contemporâneas

O jardim japonês é sempre um mistério para os turistas estrangeiros que visitam o Japão. Diferente dos jardins de contemplação europeus, o jardim japonês é um universo de códigos que precisa ser decifrado, ora por uma experiência cinestésica, onde todas as sensações do corpo são convocadas para uma interpretação do espaço, ora pela apropriação visual estática, quando os significados vão se descortinando com o tempo.

Jardim da Vila Imperial de Katsura, em Kyoto Foto: Sarkis Kaloustian

Nos jardins japoneses, os caminhos tortuosos guardam verdadeiras surpresas para o prazer visual. São manipulações milimetricamente estudadas pelo paisagista, para que a descoberta de uma vista, ou uma perspectiva, ou até de uma intenção, sejam sempre deslumbrantes.

A palestra Jardim Japonês – Tradição, Modernidade e Rupturas Contemporâneas, do professor Sarkis Kaloustian, arquiteto paulistano, formado pela Universidade Mackenzie, pretende desvendar este universo para leigos, ilustrado com inúmeras imagens captadas durante os seus quatro anos de pesquisa na Universidade de Kyoto. É uma palestra que leva o ouvinte a uma viagem pela história dos jardins japoneses, decifrando os elementos e significados dos espaços. A presença da tradição no dia a dia de uma cidade como Kyoto, os desafios da arquitetura contemporânea, em contraponto com esse peso da tradição, são alguns dos tópicos que Kaloustian irá abordar.

Tradução contemporânea para os jardins japoneses. Foto: Sarkis Kaloustian

Os quatro anos de vivência em Kyoto, onde concluiu seu Mestrado como bolsista do Mombusho, o Ministério da Educação do Japão, deram o embasamento para a especialização no tema. “Visitava pelo menos um jardim por dia, nas quatro estações, e sempre descobria novidades”, conta Kaloustian. Os slides foram armazenados cuidadosamente e escaneados quando retornou ao Brasil, para compor o livro “Jardim Japonês: a magia dos jardins de Kyoto”, livro decisivo para quem quer entender este importante legado do paisagismo japonês.

Prof. Sarkis Kaloustian, da Universidade Anhembi Morumbi

Apesar do tema complexo, o livro apresenta tópicos de maneira didática. Começa com uma introdução à cidade de Kyoto, sua geografia e sua história, que permitiram que os jardins nascessem lá. Depois, uma breve história dos jardins no Japão. Discorre em seguida pelos vários tipos de jardins e seus elementos mais representativos, para então entrar no tópico dos jardins modernos e contemporâneos, onde Kaloustian esboça as possibilidades de uma evolução estética para os tempos atuais. Com 223 páginas fartamente ilustradas e com robusto conteúdo, é a única publicação brasileira a tratar deste tema.

O livro estará à venda no dia da palestra do professor Kaloustian, que é docente da Universidade Anhembi Morumbi, no curso de Arquitetura e Urbanismo. Como o livro não está disponível em livrarias, será uma oportunidade única para adquirir um exemplar.

 

 

PALESTRA Jardim Japonês – Tradição, Modernidade e Rupturas Contemporâneas

Centro Cultural Aliança

Rua Deputado Lacerda Franco, 328 Pinheiros, São Paulo.

22 de Setembro de 2018, sábado, das 14h30 às 15h30.

Grátis mas com inscrição pelo link: http://bit.ly/SarkisPalestra

ATENÇÃO: DEVIDO À INTENSA PROCURA, E COM O AUDITÓRIO JÁ LOTADO ACIMA DA CAPACIDADE PARA O DIA 22 SETEMBRO, ESTÁ SENDO PREPARADO NOVA PALESTRA, COM O MESMO TEMA PARA O DIA 10 DE NOVEMBRO (SÁBADO), ÀS 14H30, NO MESMO LOCAL. INSCRIÇÕES SERÃO ABERTAS BREVEMENTE. 

 

14Shares