Obentô: uma caixinha de delícias

O obentô, a marmitinha para levar ao trabalho ou à escola é uma prática tradicional no Japão. A marmita contém, além da comida, dois conceitos que são primordiais na cultura japonesa. Um é o espírito de omotenashi, um misto de gentileza e hospitalidade. Preparar um obento para um membro da família é um ato de amor, pois é preciso pensar no equilíbrio dos ingredientes, harmonização e estética para nutrir bem corpo e alma. O outro conceito é o mottainai, é dizer não ao desperdício. Muitas vezes, entra no obento alguma sobrinha do jantar. Com uma nova combinação com outros ingredientes, a sobrinha ganha um novo status. 
Um típico obento japonês. Harmonização, equilíbrio e estética numa caixinha.
 
Na 9ª edição da Oficina de Comida Japonesa Caseira, a cozinheira Marlene Fukushima, do buffet Hanayori, vai ensinar a preparar seis receitas para montar e decorar um bento box. “Uma boa marmita japonesa exige atenção aos detalhes para oferecer variedade de cores, sabores, texturas”, afirma. 
Agora o curso da professora Marlene é oferecido em duas opções de data para se inscrever: sábado 4 ou domingo 5 de agosto, das 8h às 13h. O valor da oficina é de R$ 310 (inclui apostila, ingredientes e almoço)
Obentô, uma caixa de surpresas gastronômicas.
As seis receitas são: oniguiri (bolinho de arroz japonês), shogayaki (lombo ao molho de gengibre), karaague (frango frito estilo japonês), omelete japonesa, kabotchá cozida (abóbora japonesa), chikuwa (massa de peixe) com gergelim. Cada participante vai montar sua própria marmita para almoçar no final da oficina. De bônus, Marlene ainda vai preparar um missoshiru (sopa de pasta de soja). 
Aquele karaague bem fritinho de frango pode ser feito em casa.
A omelete japonesa é levemente adocicada e combina bem com o arroz.
 
A proposta é que qualquer pessoa possa preparar os pratos, seja para um piquenique ou mesmo levar para o trabalho. Não é preciso ter experiência para participar da oficina. “O mais importante é a vontade de fazer bem feito”, afirma Marlene.
No Japão, existe uma infinidade de bentôs (dos mais simples ao extremamente elaborados) que são preparados em casa ou vendidos em lojas de conveniência. Cada um com seu próprio propósito e configuração apropriada. Acredita-se que a origem do bentô data do final do período Kamakura (1185-1333) e vem se desenvolvendo desde então, incorporando as características de cada época.
 
Cardápio
Vamos aprender a FAZER e DECORAR um BENTO BOX
– Oniguiri (bolinho de arroz japonês)
– Shogayaki (lombo ao molho de gengibre) 
– Karaague (frango frito estilo japonês)
– Omelete japonesa
– Kabotchá cozida (abóbora japonesa)
– Chikuwa com gergelim
Bônus: Missoshiru (sopa de pasta de soja)

Serviço

4 ou 5 de agosto, sábado ou domingo, das 8h às 13h
Rua Primeiro de Janeiro, 53 (ao lado do metrô Santa Cruz)
Valor: R$ 310 (inclui ingredientes, apostila e almoço)
Whatsapp: 11-97130-3335
92Shares