LÁMEN SHOP: MEMÓRIA E SABOR

Novo filme de Eric Khoo introduz na mesma panela comida, história e memória e cozinha um caldeirão de afeto.

É impressionante como o tema lámen tem inspirado tantos filmes. O clássico “Tampopo”, dirigido Itami Juzo nos parece ainda imbatível, pelas observações antropológicas do ato de comer e merece uma restauração urgente com projeção em 4K. “Tampopo” é considerado ainda hoje um dos melhores food movies já realizados em todos os tempos. Já “Ramen Girl”, uma produção americana de 2008 dirigido por Robert Allan Ackerman é quase uma saga de vida e autoconhecimento, estrelado por Brittany Murphy, que faleceu um ano depois. Mais recentemente, chegaram às telas do cinemas japoneses “Ramen Heads”, um documentário sobre o processo de trabalho de Tomita Osamu, um dos mais lendários ramen máster chefs da atualidade, e “Ramen Samurai” dirigido por Segi Naoki.  Agora chegou a vez de “Lámen Shop” que estreou nos cinemas brasileiros no dia 26 de julho. 

SINOPSE E COMENTÁRIOS

CLIQUE NA FOTO PARA ASSISTIR O TRAILER

“Lámen Shop” (Ramen Teh, 2017), o novo filme de Eric Khoo, diretor considerado um dos responsáveis pela renovação do cinema de Singapura, é uma produção Japão-Singapura-França. Não é a primeira vez que Khoo realiza uma co-produção com o Japão. “Tatsumi”, de 2011 é um drama de animação, baseado no mangá de Tatsumi Yoshihiro, totalmente falado em japonês, e foi a indicação de Singapura para o prêmio da Academia. Khoo tem trânsito pelos festivais internacionais, e isso facilitou a première de “Lámen Shop” no Festival Internacional de Cinema de Berlin (na seção Kulinarishes) e de Tokyo, conquistando grande visibilidade mundial antes mesmo do lançamento comercial.

Equipe do filme com o diretor Eric Khoo, na premiere do Festival Internacional de Cinema de Berlim.

Lamén Shop (Ramen Teh), conta a história de Masato (Saitoh Takumi), um jovem cozinheiro de lámen da cidade de Takasaki, na província de Gunma, distante cerca de 100 km de Tokyo. Após a morte de seu pai, também cozinheiro, o jovem resolve deixar sua cidade natal para embarcar em uma jornada culinária a Singapura, a fim de descobrir a verdade sobre o seu passado e encontrar familiares de sua mãe singapurense. Será uma viagem decisiva para Masato, que descobre segredos da família e receitas inéditas para ele.  Também estão no elenco Mark Lee, Jeanette Aw, Ihara Tsuyoshi, Bessho Tetsuya, Beatrice Chien, Matsuda Seiko.

Saitoh Takumi e Matsuda Seiko. A pop star, que foi revelação na música popular dos anos 80 agora trabalha mais como atriz.

A comida pontua todo o filme. A cada encontro, um novo prato. A busca por receitas parece ser uma jornada de descobertas dos segredos da vida. O diretor intencionalmente não focou nas potencialidades turísticas que o filme poderia promover, evitando assim um discurso previsível. Optou sim, por focar nos relacionamentos entre pessoas, mesmo arranhados pelas consequências históricas da Guerra.

JOJO RAMEN E LÁMEN SHOP

A iniciativa de promover o filme Lámen Shop com Jojo Ramen partiu do empresário do mercado exibidor, Adhemar de Oliveira, dono da rede Espaço de Cinema que congrega 25 cinemas em todo o Brasil, com a anuência de Jean Thomas Bernardini, considerado o mago da distribuição dos filmes de arte e presidente da Imovision.

Simone Xirata com Jean-Thomas Bernardini ao centro e Adhemar de Oliveira, antes do início da sessão. Foto: Paulo Barbagli Barbosa

Simone Xirata, sócia-proprietária do Jojo Ramen achou uma boa oportunidade para expandir suas atividades para além do espaço físico do restaurante e promover a cultura do ramen. “É uma maneira de mostrar que o ramen é uma comida para a alma e tem uma mensagem universal” comenta, entusiasmada com a iniciativa.

Para promover o lançamento, Jojo Ramen organizou uma pre-estreia para jornalistas e personalidades institucionais. Estiveram presentes representantes do Consulado Geral do Japão, Jetro (a agência para a promoção do comércio exterior do Japão), membros do escritório de representação de Singapura em São Paulo. Ao final da exibição foi servido o tradicional shoyu ramen acompanhado do Bak-Kut-Te, que aparece no filme. “Foi uma experiência, fizemos uma pesquisa e tentamos várias vezes, com ervas asiáticas e pimenta branca até atingirmos este resultado”, conta o chef Cassio Ikegami. A representação de Singapura aprovou.

O chef Satoshi Kaneko, do Kinoshita, entrou na cozinha para conferir o Bak-Kut-Te preparado pelo chef Cassio Ikegami Foto: Paulo Barbagli Barbosa

Promoção

A estreia do filme no Espaço Itaú Augusta tem a parceria do Restaurante JOJO RAMEN, que dará desconto de 20% aos espectadores que apresentarem o ingresso adquirido no Espaço Itaú de Cinema da Rua Augusta. A promoção é válida para um lamen, de 24/07 a 31/08, somente de Segunda a Quinta no almoço.

Foto: Paulo Barbagli Barbosa

No sentido inverso, o cupom fiscal do Jojo Ramen dará direito a 30% de desconto na compra do ingresso no Espaço Itaú de Cinema da Augusta, tanto para a inteira quanto para a meia.

Lámen Shop/Ficha Técnica:

  • Título original: Lámen Shop (Ramen Teh)
  • 90 min, 2018, cor, Japão, Cingapura, França
  • Direção e Roteiro: Eric Khoo
  • Produção: Tachibana Yutaka, Fong Cheng Tan
  • Fotografia: Brian Gothong Tan
  • Figurino: Meredith Lee
  • Gênero: Drama
  • Elenco: Saitoh Takumi, Mark Lee, Jeanette Aw, Ihara Tsuyoshi, Bessho Tetsuya, Beatrice Chien, Matsuda Seiko
  • Distribuição: Imovision
Cartaz original 

 O que dizem sobre o filme:

Um filme de dar água na boca … não assista com o estômago vazio” – ScreenDaily

 “Certamente um dos filmes mais comoventes desta Berlinale. Ramen Shop seduziu sem dificuldade, graças a flashbacks bem posicionados e um certo romantismo que infunde pouco a pouco. Um verdadeiro sucesso” – Abus De Ciné

Uma boa porção de Kore-Eda, uma pitada de Naomi Kawase, um pouco de Ang Lee, tudo misturado com a poesia do autor de My Magic.” – Angles de Vue

‘Lámen Shop’ é equivalente cinematográfico para o termo comfort food – Longa navega entre vazio do presente e saudade de uma infância idealizada em fotos e flashbacks” – Folha de S. Paulo, Cássio Starling Carlos

Simples, delicado e saboroso, Lámen Shop acerta ao calibrar culinária e memória. Bem equilibrada a receita, a redenção servida de sobremesa não parece artificial ou fora de lugar” – Revista Isto É

Veja a Galeria da Première. Clique nas miniaturas para ampliar. Todas as fotos: Paulo Barbagli Barbosa 

 

112Shares