06
mar 16

Sukiyaki, né?

Com o fechamento do Rangetsu, tradicional casa que servia ótimos sukiyakis, o chef Shin Koike não se conteve. Resolveu implantar em seu serviço este nabemono (nome genérico para as receitas preparadas em panelas especiais). Nabe significa panela, e mono, coisas. Ou seja, coisas na panela. É verdade que há pratos de panela em todo o mundo. Na China, o huǒ guō (火鍋 ), na Coréia, o Jjigae, na Suiça, o fondue. Na culinária japonesa, o sukiyaki é o mais conhecido.

Apresentação do sukiyaki do chef Shin Koike. buy provigil no prescription

Apresentação do sukiyaki do chef Shin Koike.

tramadol for sale

O sukiyaki é preparado à mesa, numa panela especial que é disposta sobre um fogareiro portátil de uma boca. Finas fatias de carne, legumes, folhas, tofu e macarrão são cozinhados em um molho agridoce à base de shoyu, mirim e saquê culinário.

buy alprazolam online no prescription

Na proposta do Sakagura A1, entretanto, tudo fica mais gourmet. O ritual começa com duas entradinhas saborosas. Uma bela porção de edamame, a soja verde crocante, salpicada com flor de sal, para ir beliscando. Para acompanhar, chopp Heineken. Vem também uma saladinha bem temperada para abrir o apetite, enquanto o garçom vai ajeitando o serviço no side table.

Entradinhas acompanham. Salada e edamame em ótima porção. buy adipex without prescription

Entradinhas acompanham. Salada e edamame em ótima porção.

buy klonopin online no prescription

O sukiyaki é apresentado em duas bandejas vistosas. Na primeira, a carne, milimetricamente fatiada de contra-filé argentino. Na segunda, as folhas de acelga, talos de cebolinha, cebola, tofu já tostado na superfície, cenouras cortadas em formato de flores, cogumelo shiitake fresco, e dois tipos de macarrão, um bifum e o udon. O bifum usado aqui é o japonês, mais resistente ao calor e não se quebra durante o preparo. E o udon é coreano.

ativan for sale

O chef Shin Koike dá um toque especial ao sukiyaki, untando a panela com gordura. Em seguida, ele polvilha a panela com açúcar para então cobri-la com as fatias de carne. O açúcar quente carameliza a superfície da carne e a deixa mais saborosa. Daí, um leve toque do molho de sukiyaki. A primeira leva de carne pode ser degustada com ovo cru. “Aperitivo”, explica o chef. Mas que apetivo !

O próprio chef Shin nos preparou o sukiyaki ! Honra. diazepam online pharmacy

O próprio chef Shin nos preparou o sukiyaki ! Honra.

buy soma without prescription

Para começar a carne, são finas fatias de contra-filé argentino.

Uma porção generosa de gordura para untar a panela. buy valium online without prescription

Uma porção generosa de gordura para untar a panela.

O aperitivo, primeira leva da carne servida com ovo cru. buy ultram online without prescription

O aperitivo, primeira leva da carne servida com ovo cru.

buy ambien online without prescription

A receita leva carne e legumes temperados com molho à base de shoyu agridoce e é preparada à mesa, na frente do cliente. Tudo é à vontade, assim como o arroz e o missoshiru que acompanham o sukiyaki. Além disso, o rodízio inclui salada, uma porção de edamame e de udon por pessoa. Quem quiser, também poderá solicitar um ovo, que segundo a tradição, pode ser saboreado cru junto aos outros ingredientes do prato.

phentermine online without prescription

O rodízio custa R$ 90, por pessoa, a partir de duas pessoas e este preço é promocional até o final de março.

buy zolpidem no prescription

20151125_155753 tr copy

buy xanax without prescription

Outra surpresa que está vindo aí é o shabu-shabu, que deverá ser introduzido brevemente.

Sakagura A1

Rua Jerônimo da Veiga, 74 Itaim Bibi  São Paulo SP Telefone: 11 3078-3883

Share
 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *